quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Laços, babados e rendas: desabafos sobre questões relacionadas à moda lolita

     Não raro, muitas coisas me vêm à cabeça nos momentos mais improváveis... Esses dias foi enquanto secava meu cabelo. Simplesmente, me ocorreu: "lolita". Que bosta de nome é esse...?! Assim iniciaram algumas reflexões pessoais sobre questões referentes a essa moda que eu tanto gosto, mas que, às vezes, me deixa bastante incomodada!

     Enumerando, embora esse fato não esteja diretamente relacionado a uma ordem de "maior ou menor" incomodo!

     1) E alguém resolveu que "lolita" era um bom nome para uma moda...
     Ok, a moda se originou no Japão, um país de cultura completamente distinta, blablablá, mas, a partir do momento que ela saísse daquele arquipélago e seu nome fosse escutado pela primeira vez por ouvidos ocidentais, estava automaticamente fadada a más interpretações. E não deu outra.
    
     Para quem gosta do estilo - pessoas como eu, que participam de um fórum nacional, visitam sites de brands, planejam outfits, lêem e escrevem posts em seus blogs,... - acredito que não possa haver pior situação do que dizer que as roupas que você tanto ama fazem parte de uma moda chamada... lolita. Sim, porque, enquanto você explica que é uma moda japonesa, inspirada nas vestimentas dos períodos Rococó e vitoriano, com diversos subestilos e, relativamente, bastante popular entre jovens de 15 a 25 anos no mundo todo, as pessoas até te dão crédito. Pensam que você é criativa, te admiram por se vestir de um jeito diferente, até opinam e dizem que gostariam de tentar um outfit. Isso tudo até você falar o nome da moda. 

     Não sei quanto a você, mas perdi as contas de quantas vezes fiquei constrangida com a reação dos outros ao ecoarem: "Lolita?" O que é incrível! Duvido que alguma delas tenha lido Nabokov, e acredito que nem metade tenha assistido ao filme, mas todas automaticamente relacionam a uma certa personagem de comportamento depravado... Beleza. De irreverente à "danadinha" em menos de três segundos...


     2) Quando, como e por que, afinal, a moda surgiu?!
     Estou procurando por essas respostas há um bom tempo... Saber que lolita existe desde a década de 80 em função da criação de brands como Angelic Pretty é uma coisa. Eu quero saber mais!! Já li muitas coisas, mas ainda não senti que encontrei as respostas. O que me faz pensar: ou são realmente absurdas, ou ando extremamente receosa em relação ao conteúdo que encontro. Afinal, com quanto lixo você já não deve ter se deparado pela Internet, não é mesmo? Não me sinto culpada por exigir certa credibilidade no que me disponho a ler.


     3) Lolita e cosplay...
     Tensíssimo! A ignorância rola solta e, se me permite um pequeno exemplo pessoal, semana passada, ao postar para uma amiga no Facebook uma imagem com exemplos de coordinates gyaru, alguém comentou: "Que legal, cosplay lolita!" o.o Ou seja, basta você dizer que gosta ou está vestido com uma moda oriental e o povo relaciona de cara com cosplay...

     Mas o pior seja, talvez, algumas pessoas que, dizendo "estar de lolita" enquanto usam alguma adaptação fajuta de cosplay e fazem caras e bocas em fotos, acabam promovendo ainda mais ideias equivocadas sobre o estilo... 


     4) Comportamento e biotipo lolita
     Se a gente ganhasse, que seja, R$ 1, por cada vez que constatasse que tem gente que se preocupa em procurar/criar um comportamento/biotipo especial para lolita...

     Poxa vida! Você não deixa de ser o que é porque está se vestindo de uma forma não usual. Lolita é moda! Ponto. Não tem uma "filosofia" por traz disso. São, pura e simplesmente, roupas! Logo, não importa a sua personalidade, a sua forma de pensar ou suas características físicas. Todos que quiserem e sentirem-se confortáveis com a ideia de se vestir de acordo com o estilo estão "potencialmente qualificados". Não é preciso se comportar, falar, pensar de forma diferente ou mudar seu tipo físico para isso. Porque, sinceramente, se fosse assim, como você lidaria com a situação de gostar de 5 modas completamente distintas umas das outras? Desenvolveria, por acaso, múltipla personalidade?!


     5) Lifestyle lolita
     Nem sei se seria necessário separar este meu "parágrafo de indignação" da questão anterior, mas... Enfim, eu acredito que muito do que se busca esclarecer para compreender o que seria um lifestyle lolita está relacionado ao fato de que, em algum lugar, não se vê que, primeiro: lolita é uma moda; segundo: inspirada no Rococó e no vitoriano.

     Querer trazer o estilo de vida das mulheres da França do século XVIII, para mim, é muita piração! Confesso que adoro bordar, ler e desenhar, mas daí considerar essas atividades como um estilo de vida lolita?! Eu não faço isso o tempo todo! E muito menos relaciono isso a algo exclusivamente lolita. Será que não seria muito mais fácil considerar a moda como parte do seu próprio estilo de vida?! Seria isso, na minha opinião, gastar bem menos tempo tentando definir/adequar atividades pertencentes a um tipo de vida que nenhuma de nós, de fato, pode ou gostaria de manter em 100% de seu tempo.



     Ufa! Consegui! Essas coisinhas estavam me sufocando!! Acho que é o que acontece quando se gosta muito de algo mas, indiscutivelmente, sempre há ideias equivocadas girando ao redor dela. Para mim, demonstrar o quanto eu realmente admiro a moda lolita, é sempre um desafio... Porque, simplesmente, não consigo deixar passar batido impressões erradas e preconceitos bobos, gerados por pura ignorância. Sorte que eu sou teimosa e, sabe-se lá de onde, eu encontro força para tentar trazer um pouquinho de entendimento aos outros... E maior sorte ainda por saber que não estou sozinha nessa! o/

     Desabafos feitos, vou ficando por aqui!
    Se você também já passou por uma situação estranha ou tem suas próprias questões inquietantes em relação a lolita, escreva sobre alguma nos comentários! Vamos trocar uma ideia! ;)

     Até a próxima!!

7 comentários:

  1. eitcha! eu acho que já "superei", digamos assim, a maioria dessas coisas. o que me dá no saco são outros tipos de coisa...
    anyway, o nome é meio infeliz mesmo, mas acho que com a repercussão e divulgação que o estilo teve, não é algo mais tão estranho pra pessoas minimamente informadas.
    sobre as origens do estilo, recomendo vc a ver um site que vc já conhece. 8D
    http://tokyofashionandartfactory.blogspot.com/2011/01/about-lolita-fashion-origins.html
    http://tokyofashionandartfactory.blogspot.com/2011/02/about-lolita-fashion-origins-contextual.html

    ResponderExcluir
  2. Oi, Rika!!!

    Pois é, para mim ainda está difícil superar essas questões... Acredito que pelo fato de que a maioria das pessoas a minha volta não terem justamente esse mínimo de conhecimento sobre o estilo. Porque, penso, para elas, é muito mais cômodo aceitar apenas as tendências ocidentais difundidas pelas grandes lojas de departamento, o que eu acho realmente triste... Quando falo de estilos japoneses, ou não prestam muita atenção, ou, simplesmente, captam apenas esse lado mais "estranho" de se vestir. Apesar de ficar p da cara com isso, não posso culpá-las! Gosto é gosto! u.u Preciso me lembrar disso!

    Sobre os artigos, eu agradeço muitooo!! Por algum motivo sinistro não estava conseguindo acessar a tag "lolita" desse site (assim como a terceira parte daquela série sobre dolly kei, mori girl e lolita. Quase morri tentando achar. Encontrei em um Tumblr! o.o) Agora, com os links, consegui visualizá-los e vou poder lê-los!! Muito obrigada!! ^^

    Ainda sobre o "Tokyo Factory", traduzi e postei as duas primeiras partes dos artigos sobre as semelhanças e diferenças entre dolly kei, mori girl e lolita, mas, justamente no terceiro, sobre lolita, eu desisti... Eu cheguei a terminar de traduzir, mas alguns parágrafos ficaram péssimos (tentei adaptá-los, mas tenho medo de ter modificado o sentido)... Nem vou postar no fórum! xD Procurei por alguém que tivesse traduzido, mas, aparentemente, ainda não há uma versão em português. Vou passar para o quarto e ver no que dá! o/

    ResponderExcluir
  3. Oi, passeando pela blogosfera conheci seu blog,
    ele é lindo e com postagens ótimas.
    Estou te seguindo, e passarei sempre para comentar.
    Adoraria tê-la como seguidora também!

    http://barbiedanipink.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei dos seus pontos de vista!
    E concordo plenamente com eles.

    Lolita é moda, mas não consigo deixar de me sentir mais educada quando vestida XD
    Ao mesmo com Fairy, que me sinto mais brincalhona rs

    ResponderExcluir
  5. Dannizinha, agradeço pelos seus elogios! Fico feliz que tenha gostado do meu blog! ^^

    Hachiikko!!
    Obrigada!! Eu simplesmente não aguentava mais esses mimimis só comigo, então, precisei escrever!! xD E interessante isso que você traz: um feeling que surge com a roupa! Já senti isso também! Legal saber que não aconteceu só comigo!!

    ResponderExcluir
  6. Adorei o texto, senti que sua "revolta" em relação a isso foi bem expressa. E acho que é mais ou menos isso o que todas nós sentimos nessas questões ;; Mas de longe, confundir lolita com cosplay é o que eu mais detesto, porque é o que mais me acontece.

    Coloquei referência à esse texto no meu blog, se importa? >_<

    Beijos ~

    ResponderExcluir
  7. Olá, Momo!

    Puxa, que legal que você gostou do texto! Eu realmente estava me sentindo bem revoltada no dia em que escrevi isso. Redigir esse post e trocar ideias com vocês é ótimo para aclarar as coisas! E muito produtivo também!!

    Isso sobre confundir lolita com cosplay é muito tenso!! Por mais que haja blogs e mais blogs falando do estilo, é uma situação bem recorrente (li hoje mesmo no fórum! Uma das meninas foi a m evento e perguntaram algumas vezes "Seu cosplay é do quê?" Arght!! XD

    E muito obrigada à referência!! Não me importo não! ^^

    Obrigada por comentar!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...