domingo, 26 de fevereiro de 2012

Usando Mori Girl no trabalho

     Depois de tanto admirar um estilo, chega a linda hora em que você decidi: "vou usar isso daqui para frente"! 

     Ok! A decisão foi tomada! Mas, e se esse estilo que você escolheu não for lá muito usual e você queira, por exemplo, usá-lo inclusive para trabalhar? Uma das coisas que acaba passando pela cabeça, inevitavelmente, é: será que eu vou chamar atenção?!

Scan da revista "Mori Girl Hair & Make-up Book 2011"

     Como eu estou passando por essa situação ao decidir usar mori girl com certa frequência, tive a ideia de fazer uma postagem com exemplos de outfits que poderiam inspirar tanto quem pretende trabalhar usando peças do estilo, quanto quem está iniciando ou, simplesmente, pretende fazer algo inspirado, de uma forma mais, digamos, casual. Por que,  sim, embora "ninguém tenha nada que ver" com o seu jeito de vestir, no início, principalmente no que se refere ao ambiente de trabalho - alguns podem ser bastante restritivos quanto a roupas - , acredito que seja melhor evitar "choques" logo de cara - você sabe o quanto tem gente por aí cujo senso de moda e tolerância se limita, no máximo, às tendências das populares lojas de departamento (algumas muito boas, mas, em sua maioria, extremamente funcionais e pouco criativas). 

     Para este post, portanto, pesquisei por imagens em vários sites de "brands" mori, e parto dos seguintes princípios:

❀ Coordinates com menos camadas e com peças de roupa mais "dia a dia";
❀ Uso de acessórios para complementar/compensar alguma característica do estilo que não esteja aparecendo ou está pouco valorizada (por exemplo, poucas sobreposições).

     Let's go! o/


Propostas de coordinates por:

     Os três exemplos abaixo usam calça jeans. Cardigãs e ponchos são usados sobre camisetas com barra rendada. Aplicações de crochê (como vista no cardigã), golas e echarpes valorizam os coordinates.






     Essa brand trabalha basicamente em cima de vestidos e túnicas longas, como você pode ver a seguir. Em três dos exemplos, calças aparecem e coletes rendados ou blusas surgem como opções para produzir o efeito de sobreposição. O tema dos quatro coordinates é floral, e isso é uma boa dica: tecidos e acessórios com flores dão um ar romântico e primaveril!







❀ Sechuna
     Acho interessantes as propostas da Sechuna: reparou na calça skinning?  Em mori, onde roupas folgadas são uma das marcas registradas, ver calças menos usuais como essa (mas muito mais comuns de serem encontradas em nossos armários!) sendo usadas pode dar muitas ideias de coordinates! Nos exemplos, golas de crochet e listras valorizam esse mori mais casual.





     Já percebeu que a barra das calças em mori, quase sempre, quando não é dobrada para fora tem alguma aplicação de renda ou tecido? É uma das coisas mais fáceis de se fazer e permite que se use botas com cano curto, algumas "dobráveis", com o interior revestido de tecido ou pelego, além de, no caso de botas curtas, oxfords ou tamancos, ver a meia! O que complementa os coordinates é o uso de ponchos em crochet, cachecóis ou uma camisa maior que o casaco, para marcar a sobreposição - mínima, mas presente.







     Ah, Soul Berry! *-* Adoro os coordinates dessa loja! O que os faz altamente recomendáveis, na minha humilde opinião? Usam peças-chave simples, porém, de efeito: boinas, echarpes, camisas longas em tartan, sobreposição de meias. Um jeito muito leve e elegante de mori girl!








❀ Goroke
     Descobri essa loja há pouco e, sinceramente, está entrando para a lista das minhas preferidas!
     Este primeiro coordinate é mais inspired do que mori, mas achei MUITO legal a proposta, já que usa blazer (a imagem está pequenininha, mas é só clicar sobre ela ou abrir em uma nova guia!)! Nos demais exemplos, jeans rasgado e até legging (quem diria!) aparecem! Lenços e a mistura de estampas, como na última foto (sim, aloprei trazendo essa imagem, né?! xD), tornam os coordinates muito bonitos, não acha?!









   O objetivo desse post era tentar trazer algumas ideias para um mori girl um pouco mais casual, mas sem desvalorizá-lo. O estilo é rico e criativo, e traz ao dia a dia mais cores, mais texturas, mais alegria - pelo menos, é o que parece a mim! Espero ter conseguido passar isso através das imagens escolhidas e dos pequenos comentários que as acompanham!

     Ah, há links nos nomes das lojas que usei como referência! Basta clicar para acessá-los! Se você está conhecendo a moda agora ou está em busca de imagens, por favor, acesse meu Tumblr! Lá irá encontrar, além de coordinates, acessórios característicos para se inspirar!

      E adoraria, mais que tudo, saber o que você achou sobre o post! Coloque suas impressões nos comentários! Gosto de ter feedbacks sobre o que elaboro: isso me incentiva e me ajuda a melhorar na redação de novas postagens!

     Para terminar, um avisinho: a partir desta semana estarei me afastando do Midori Sakura para poder começar a me dedicar a uma nova  - e brilhante, espero! - fase na minha vida! Isso vai me exigir bastante atenção, e vai ser difícil manter a publicação de novas postagens. Não é um "OMG, adeus definitivo", nem nada do tipo, apenas um tempo que vou empregar em outras atividades! A expectativa inicial é retornar a escrever com  frequência em julho - o que não impede  um ou outro post no decorrer do período!!

     Um grande abraço a todas que vêm acompanhando o blog e trocando ideias e, como sempre...

     Até a próximaaaa!! ^^

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Nova tag + selo de qualidade!

     Oi, oi!!


     Fui indicada pela minha gêmea loli Alice, do adorável, divertido e reflexivo blog Suit Kingdom, para responder a uma nova tag! E, fazendo isso, ganhei meu primeiro selo! Aê!! 



     So, let's get it started! o/

      Regras:
Responda às perguntas e repasse a tag para no máximo 15 pessoas, avisando-a de alguma forma que foi indicada.

     Como essa tag é parecida a das 11 perguntas, não vou repassar: todas que gostariam de respondê-la, por favor, fiquem à vontade!! ^^




  Nome: Tem gente daqui e do fórum que já sabe...! Tem umas dicas por aí e, "se seu coração se provar merecedor" *Teabing feelings*, vai descobrir! xD Por enquanto, basta saber que escolhi Sayaka para assinar as postagens do blog e acessar ao fórum (o "Hime" é um "a mais"! Todas temos o direito de nos sentirmos princesas de nossos domínios, concorda?!).

 Uma música: A Way of Life - Hans Zimmer (OST de "O Último Samurai")


 10 coisas sobre mim:

1- Eu adoro música e, em 2010, me inscrevi para aulas de violino. Uma série de fatores como falta de persistência para os exercícios e o encerramento da fundação onde eu tinha aulas me fez desistir no fim desse ano. Pretendo um dia retomar os estudos!

2- Eu sou absolutamente maluca por patinação no gelo! Assisti a todas os programas dos Jogos Olímpicos de Inverno de Vancouver, em 2010, e vibrei como nunca ao ver minha atleta preferida, a patinadora coreana Yuna Kim, bater o record em sua categoria. Não é raro eu, ao ouvir música, principalmente OSTs, ficar imaginando coreografias no gelo! Estou tentada a entrar para aulas de patinação sobre rodas, por sinal...! xD

3- Adoro literatura fantástica: anjos, demônios, vampiros, bruxos... Sei que tem gente que me olha torto por ler literatura infanto juvenil, mas, sinceramente? Eu não estou nem aí! Fazer o quê se os autores que escrevem para adolescentes têm boas ideias?!

4- Um assunto que me chama a atenção é a possibilidade de histórias paralelas ou ocultas em relação às mais populares. Por isso, quando leio enredos misteriosos, como histórias que envolvam sociedades secretas, crenças antigas e contos folclóricos, corro para pesquisar sobre tudo o que posso!

5- Quando era adolescente, queria ser atriz! Desde criança gostava de fazer teatro e, com o passar dos anos, quando vi que escrever para peças, em pequenos exercícios para a escola, era algo legal, achei que essa podia ser uma oportunidade para seguir. Hoje, eu já não vejo isso, mas confesso que ainda gosto de inventar histórias na minha cabeça!

6- Tenho um sério problema de iniciar coisas e, depois, não terminá-las. É o que carinhosamente chamo de "síndrome de Da Vinci": a empolgação inicial é como combustível - altamente inflamável!, mas, conforme o tempo vai passando, vou me desinteressando e corro para outra coisa, às vezes, completamente diferente do que estava fazendo (ou querendo fazer!). Vá entender...

7- Uma das coisas mais legais que descobri ano passado, no que se refere a entretenimento, foram as séries orientais! Estou falando sério! Eu adoro acompanhar histórias, mas as de perfil ocidentais, por mais que goste, estavam deixando a desejar (ou não estava mais conseguindo ver). Descobri, por acaso, a versão de Ouran High School Host Club para tv e, OMG... Foi a porta de entrada para conhecer muitos enredos divertidos e emocionantes, sem contar atores/cantores super talentosos! Admiro muito, principalmente, os dramas de estúdios coreanos!

8- As pessoas, tanto as mais próximas, quanto aquelas que pouco me conhecem, sempre que veem algo relacionado ao Japão ou à Coreia, lembram de mim! Assim, volta e meia recebo mensagens avisando de reportagens, ou gente me contando que teve algum evento de anime na cidade porque "Ohmeudeus, aquela gente vestida de um jeito tão estranho esperando numa fila quilométrica"... E assim vai!

9- Se eu fizesse outra faculdade, queria que o curso envolvesse artes ou moda. São duas áreas que me chamam atenção, tanto pelo estético, quanto pelo valor cultural.

10- Tenho alguns sonhos recorrentes: um deles, o que mais gosto, é no qual danço, nas pontas dos pés, flutuando. É uma sensação estranha, porque, ao mesmo tempo em que é algo super prazeroso (tipo, ficar girando no ar...), é também cansativo: sinto que mantenho as pernas tensas enquanto durmo (porque, no sonho, eu meio que preciso manter uma "concentração" nas minhas pernas para não cair), e isso me dá dores quando acordo.

 Humor: na maior parte do tempo, radiante (aí vem os níveis, que variam de acordo com a situação: do radiante contido ao explosão de ogiva nuclear)!

 Uma cor: estou em transição... Acho que lilás. Ou bordô.

 Como prefere viajar: viajei uma única vez de avião mas, decididamente, é a melhor de todas as formas! Odeio ficar horas sentada em um carro, isso me deixa entediada (ainda mais se for na parte da volta de viagem... u.u). Sem contar que nenhum outro meio de transporte te dá aquele friozinho na barriga e uma bela vista do céu (principalmente à noite: gente, parece que as estrelas flutuam pelas janelinhas! *-*)!

 Um seriado: o drama coreano "You're beautiful", com certeza!

 Frase ou palavra mais dita por você: ultimamente, dei para usar o "é verdade" (isso me faz lembrar do Evaristo Costa...)!

 O que acho do selo: adorei! Foi o primeiro que recebi e a tag foi bem legal de responder!

 Blogs indicados: como comentei no início da postagem, a tag está aqui para quem quiser respondê-la!!


     

     Bem, por hoje era isso!! Ah, só para não deixar passar em branco: eu estou muito feliz com o meu Tumblr! O "Forest Fairy Tales" faz duas semanas hoje, conta com 155 postagens e 96 seguidores até então! Se você faz parte das pessoas que o acompanham, muito obrigada! Estou procurando fazer daquele espaço o mais interessante possível, buscando boas imagens para, principalmente, aumentar referências às modas mori girl e dolly kei! Sem contar, claro, ilustrações clássicas e atuais de livros de contos de fadas e fotos de paisagens naturais!!

     Até a próxima!!

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Revisando o que aprendi sobre lolita... até agora!

     Um hábito marcante que eu tenho é o de sondar frequentemente o que eu aprendo e, por consequencia, revisar o que escrevo. Hoje dei uma nova olhada para a primeira postagem que fiz sobre a moda lolita, há pouco mais de um ano, e, percebendo que poderia melhorá-la, decidi re-escrevê-la, organizando-a de uma forma que, espero, fique mais objetiva e interessante!

Sobre a moda

     Lolita, roriita ou, simplesmente, loli, é uma moda japonesa com inspiração nas roupas dos períodos vitoriano e rococó, mais especificamente falando, nos trajes que as crianças vestiam nessas épocas (embora não sejam grandes as diferenças entre trajes adultos e infantis, já que não existia ainda o conceito de infância, e crianças e adultos conviviam nos mesmos meios sociais, utilizando, inclusive, os mesmos modelos de indumentárias).

Família da Rainha Vitória
(Franz Xaver Winterhalter - 1846)

     Se a inspiração vem de séculos atrás, a origem é muito mais recente: uma série de artigos do falecido blog "Tokyo Fashion and Art Factory" refere-se ao início da moda a partir dos anos 1980, descendendo de estilos japoneses em voga na época: o natural kei e o otome kei. As primeiras brands lolita a se constituirem foram Angelic Pretty, em 1979, e Baby, The Stars Shine Bright, em 1988.


Subestilos e temáticas mais populares

     Ano passado, acompanhei uma discussão no fórum Moda Lolita sobre, dentro da moda, o que seria qualificado como subestilo e o que seria temática. Ainda que a forma como vou dispor os subestilos a seguir seja bastante pessoal, é a que melhor consigo visualizá-los até então - e de jeito nenhum é definitiva, que fique claro! Também é importante ressaltar que a moda não deve ser estritamente classificada!

     Pessoalmente, observo a moda lolita assim, com quatro subestilos mais populares:

 Sweet lolita
Angelic Pretty
"Peças-chave":
Anágua em formato de cupcake, já que o efeito desejado é o famoso "poof"!;
 Blouses com babados, golas redondas e mangas fofas;
 Tea Party Shoes;
 Estampas e acessórios com temas de doces, carrosséis, brinquedos, frutas...

Temáticas:
     Estou colocando minha perspectiva aqui, então, sinta-se totalmente à vontade para descordar. O que eu considero temática? Peças e acessórios com características próprias que compõem um outfit a partir de um subestilo "base". Assim, uma temática poderia ser comum a mais de um subestilo.

     No que se refere ao subestilo sweet, penso que são temáticas:

Sailor

Baroque

 Country

BTSSB

 Hime

BTSSB


 Classical lolita

Victorian Maiden

"Peças-chave":
Anágua em formato "A-line", que iniciam as camadas de tule abaixo da cintura e estruturam melhor as saias e vestidos desse subestilo;
 Blouses com babados, golas altas, mangas bufantes e laços;
 Sapatos de salto, mais "maduros";
 Estampas e acessórios com temas florais, principalmente. Tecidos lisos também são muito recorrentes.

Temáticas:

Sailor

Victorian Maiden

 Country

Victorian Maiden

 Hime

Millefleurs

 Pirate

AATP


 Gothic lolita

AATP

"Peças-chave":
Anágua de acordo com a saia (em gothic, parecem variar bastante, incluindo modelos menos populares, como empire waist);
 Blouses com babados, golas altas, mangas bufantes e laços;
 Sapatos plataforma e botas;
 Estampas e acessórios com temas condizentes à estética da arquitetura gótica, ou seja, rosas, vitrais, cruzes, portões...

Temáticas:

Pirate

AATP
(Miss Kaida)

 Punk lolita

Black Peace Now

"Peças-chave":
Anágua em formato de cupcake;
 Saia com comprimento mais curto;
 Sapatos plataforma, botas e RHS;
 Tecidos em tartan, listras e bolinhas, e estampas e acessórios com tema "Alice no País das Maravilhas" e outros vindos do estilo punk, como tachas, alfinetes e coroas.

Temáticas:

Pirate

AATP

     Antes de seguir a diante, apenas gostaria de avisar que há sim outros subestilos e temáticas na moda. A escolha pelos que apareceram aqui foi pessoal.

Postagens interessantes sobre os subestilos abordados e outros em:
Sweet LolitaClassical LolitaGothic Lolita e Punk Lolitaescritas pela Ichigo Hime, do blogs Reino de Morango
Sweet LolitaClassical LolitaGothic Lolita e Punk Lolitaescritas pela Valentine, para o Victoria's Dolls


Casual lolita: um caso à parte


     Casual lolita não é, na minha opinião, nem subestilo, nem temática. É mais como uma versão dia a dia, com menos acessórios do que um outfit completo, mas, ainda assim, lolita e, portanto, merece toda a atenção em sua composição. 

BTSSB
(Nana Kitade)

     É importante reforçar: um outfit casual não deve ser reduzido em comparação a um full outfit - ambos fazem parte da moda pois trazem elementos suficientes para sua caracterização e identificação como pertence ao estilo.

Postagens interessantes:
Dicas de Chá: Casual lolita, um post excelente, elaborado pela Chadias, do blog Dias de Chá
Guia rápido para casual lolita, tradução da Ichigo Hime


"Regras"


     Não, não são algo difícil ou horrível. Se você pensar como forma de orientação, fica melhor ainda! Eu procuro levar em consideração três, as quais acredito, se dada a devida atenção, fazem qualquer outfit "winner".


 Exposição de pele: decotes não devem ser reveladores, assim como o comprimento das saias;
 Materiais: cuidado com a qualidade dos tecidos, rendas e acessórios sempre;
 Coerência com o subestilo: desde as peças de roupa aos acessórios. Permita-me ilustrar com um exemplo pessoal!


     Assim que descobri a moda, fui louca por este outfit da Bodyline:



     É, eu sei, me deixei levar pelo tartan... u.u De acordo com as orientações acima, o coordinate não tem problemas quanto a exposição de pele, porém ele não não se safa do quesito "materiais" - fitas de cetim extremamente brilhosas e aquela rosa em plástico... - e "coerência" - subestilos tão emaranhados que... Nossa! O corte da blouse é sailor (de um jeito bem estranho), a saia do vestido, possivelmente, classical, aquelas wristcuffs são sweet, a boina tem um crucifixo... Enfim, deu para sentir o drama, né?


Dicas

     No maior estilo "modo imperativo afirmativo", cinco ações que penso serem fundamentais, tanto para quem está iniciando, quanto para quem já está "na estrada" (eu sei, "as mina pira" nas expressões antigas!):

Leia blogs: por favor, acredite, seus olhos não irão cair se você parar na frente de um artigo ou tradução por 5 minutos. Pense nisso como uma oportunidade de formar suas próprias opiniões a partir de coisas novas ou informações que você já tem;

Acesse sites de brands: se tem um lugar interessante para dar uma olhada em tendências e sugestões de coordenação, esse é com certeza o espaço das lojas das brands na internet. Faça sua lista de marcas preferidas e consulte-as regularmente. Sites que mantém bancos de imagens de referência, como o Hello Lace e o Lolibrary são ótimos também (gosto de consultar para ver a evolução das peças e as temáticas entre brands!). Ah, vale lembrar aqui: sabe aquele ditado "Nem tudo que reluz é ouro"? O mesmo serve para as brands! Portanto, olhar crítico é algo muito interessante!

Links de algumas lojas:

ALICE and the PIRATES (divisão da Baby, The Stars Shine Bright)
Victorian Maiden
Innocent World
Angelic Pretty
Metamorphose Temps
Putumayo
Bodyline
Mary Magdalene
Juliette et Justine
Moi-même-Moitié
Millefleurs-Noirs


Participe de fóruns e blogs: são sempre enriquecedores! Trocar opiniões nunca matou ninguém!


Mantenha um espaço seu sobre a moda: escreva em um blog sobre suas aprendizagens, tenha um Tumblr para compartilhar imagens de referência e dream itens ou uma pasta em seu computador. Pessoalmente falando: VALE A PENA! Isso me ajuda muito a refletir sobre meus parâmetros!


Pergunte: mais uma vez, perguntar não mata. Maior vergonha é não tirar dúvidas. Fato! ^^




     Até nova revisão, vou ficando por aqui! Tinha listado mais coisas para escrever, mas considerei desnecessário (no post antigo falei sobre as peças do guarda-roupa lolita, coloquei uma montanha de fotos de outfits ita, enfim... Achei que essa nova versão ficou melhor!). Senti que consegui reunir, muito sucintamente, os principais tópicos que me vem à cabeça quando penso na moda e fiquei feliz com isso!!


      Após um ano e meio de loucura pela moda lolita, gostaria de agradecer a todas as meninas com quem tenho a oportunidade de trocar ideias sobre o estilo, seja através de e-mails, mensagens no Fórum ou blogs pessoais, e aprender sempre! Obrigada!!


     E, àquelas que acompanham o Midori Sakura, também vai um MUITO OBRIGADA em caps pela companhia e comentários! O blog já conta com 42 seguidoras! Espero sempre poder superar suas expectativas com o que me proponho a escrever e compartilhar!


     Até a próxima!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...