domingo, 12 de outubro de 2014

Indo e vindo ~ Atualizando!

     Acho que sou daquele tipo de pessoa que, pelo menos, em relação a blog, é bem, digamos... Relapsa? xD Geralmente, tenho montes de ideias para transformar em postagens, mas vou me enrolando, enrolando, e chega até a passar a vontade de escrever.

     No entanto, entre uma crise de preguiça e outra, dá vontade de voltar, e cá estou! 

     Fiquei pensando em como fazer um post de transição ~ porque estou com muita coisa atrasada referente ao AF&LBN ~, então, decidi que iria apenas atualizar com algum assunto que não estivesse relacionado diretamente aos temas de mês... E resolvi que abordar sobre o que estou escutando ultimamente poderia ser legal!



     Em um breve status no FB, minha gêmea Alice, do Suit Kingdom, e Chadias, do Dias de Chá, discorremos sobre música e sobre o quão chatas e intolerantes algumas pessoas podem ser com relação ao que escutamos. O tópico era algo como 'Mas você sabe o que eles/elas estão cantando?', remetendo à questão de letras internacionais.

     Enfim, desde pequena, escuto vários estilos de música. Claro, tenho meus preferidos! Em um rápido top 3 do que mais ouço hoje, eu elegeria Instrumental (abarcando erudita e OST), Classical Crossover e... K-pop. Minha inquietação, que levou ao tal status, é em relação a esse último.

     Vejamos... Em um certo momento, entre um anime e outro ~ e entre uma OST desse e outra, porque presto muuita atenção a isso! ~, descobri os live-actions, que me levaram às séries coreanas, que por sua vez promoveram o k-pop para mim (hoje eu gosto de estender essa relação à moda também!).

     Em um mundo completamente amplo e diversificado, me identifiquei com alguns grupos ~ em alguns casos, com algumas músicas de grupos ~, e, vez em sempre, costumo compartilhar isso por aí. Com meus contatos do FB, nunca tive problemas. A questão se torna estranha é quando pessoas que fazem parte da minha rotina ou família vêm fazer suas colocações...

     Sei que, quase sempre, é na maior ingenuidade que comentários como 'Nossa, que música estranha!', 'Você gosta disso? Não dá para entender o que falam!' ou 'São todos iguais! Como dá para saber quem é quem?' quando veem um mv, surgem. Mas, como escrevi no FB, é muito... chato! xD Julgar meramente por estranho~excêntrico~wtf~ruim só porque não se compreende as palavras, ou ainda, pela aparência ~ e nem estamos entrando no que tange a figurino! ~, é um pouco raso...

     Muito provavelmente, qualquer um de nós já ouviu músicas em inglês, por exemplo e, apesar desse idioma ser muito mais comum aos nossos ouvidos, ainda assim, poucas vezes tivemos 100% de compreensão de uma letra à primeira escuta. E eu pergunto aí: qual a diferença para qualquer outra música em outro idioma? 

     Acredito que nenhuma. Não há diferença! Isso se tornou, portanto, um argumento que tenho como verdadeiro e que preciso me lembrar de usar com maior frequência.

     Cansei de ler sobre pessoas que escrevem 'Imagina! Eu jamais vou apresentar tal grupo k-pop para alguém a partir dessa música! Vão pensar que são doidx!' Poxa, por que eu deveria me envergonhar na frente dos outros por um estilo que gosto ou inventar respostas mirabolantes, ou ainda cavocar os ''melhores'' mvs para mostrar, quando posso sugerir uma simples e rápida reflexão?! (Isso me faz lembrar o que respondo quando me questionam sobre minhas roupas! "Gosto de me vestir assim! Isso me faz feliz!")

     Outros três argumentos, simples e altamente explicativos, abordados lááá na minha conversa com as meninas, foram:

 Música não se aprecia apenas com os ouvidos. Cadê seus outros sentidos?! Olha que romântico!
 À música se agregam significados pessoais, que vão além das palavras...
 Quer saber significado literal? Dá um Google por aí.

     Hm, expostas essas breves e meio indignadas colocações extremamente pessoais ~ mas que acho interessante escrever, afinal, é sobre mim e é sobre algo que estava me inquietando ~, acredito que seria legal trazer alguns exemplos do que estou ouvindo ultimamente. 

     Acredito que há leitores que não conhecem ou não são muito familiarizados com k-pop, então, vou apresentar algumas músicas que estou gostando de ouvir ~ ah, eu não me prendo muito a lançamentos... Tem umas coisinhas velhas aí no meio!

     Vamos começar por...

     Henry - Trap

     'Conheci' o menino há poucos dias, em um vídeo-colaboração com Yiruma. Ele é um cara de múltiplos talentos, então, estou bastante impressionada! Toca muito bem piano, como pode ser ouvido na música escolhida, e violino ~ em faixas mais recentes, como "Fantastic".


You and I, we are becoming more different
In your endless greed, greed
I am an abandoned bird inside a small birdcage called you
I can’t even fly away, yeah
     

     Lee Tae Min - Danger

     Adoro o grupo SHINee, no qual Tae Min é integrante. No entanto, tinha meio que implicância nele, sei lá... Enfim, Tae Min debutou solo e gostei bastante de seu desempenho! Ele tem uma voz bonita e é legal poder explorá-la com um pouco mais atenção. Só achei que o mv ficou forçado no conceito...


When I look it’s like a labyrinth 
When I grab like sand time goes on
In my mind like mist 
Like scattered puzzle pieces enigmatic


     B1A4 - Solo day

     Esse grupo eu descobri por meio da Patrícia, minha amiga no FB e, de longe, a que mais me faz recomendações! Gosto bastante dos timbres e essa faixa tem um tom descontraído que convida a assobiar junto!


I’m different from normal people
I like being alone
Have a light heart, no matter who looks at you


     SHINee - Replay (japanese version)

     Parte das velharias, é um single muito bonitinho e inocente, uma balada sobre um menino que está apaixonado por uma moça mais velha! Prefiro essa versão, que lançou o grupo no Japão. Gosto de observar a coreografia, que é mais simples do que as usuais, e o figurino, que acho muito amor <3

     ... e, por algum motivo de direitos (?), não estou conseguindo inserir o vídeo. Se tiver interesse, clique sobre a imagem para assistir no YT!


No matter what I do (my heart)
Already (will it not reach?)
Replay, replay, replay the memories
Always (my heart is)
More (it hurts)
Replay, replay, replay


     AKMU - Melted

     O álbum inteiro dessa dupla de irmãos é incrível, mais uma indicação-indireta da Patrícia. Quando pesquisei, Akdong Musician se enquadraria como folk, mas... Vai fazer parte dessa minha seleção k-pop sim. "Melted" não é minha música preferida ~ difícil escolher, acredito que seja "Artificial grass" ~, no entanto, opto para apresentá-los porque a letra é extremamente bonita e me emocionei com o mv.


The blue ocean that the red sun used to wash its face
I look at the past warmth that is deeply buried (too late get it out)
I wish the cold in the world of adults would be gone too
I wish the frozen love will melt away now

     B.A.P - Coffee shop

     O pouco que conheço de B.A.P envolve tiros, explosões e sangue... Mas esse mv é completamente diferente, tranquilo, e a música, muito gostosa de ouvir.


I still can’t forget you
Our memories still remain
So without knowing, like a habit
I came here


     NU'EST - Good bye bye

     Esse grupo veio ao Brasil no início do ano, se não me engano... Estou conhecendo suas músicas agora, e "Good bye bye" me chamou a atenção pelo ritmo. Não costumava curtir misturebas eletrônicas, mas venho avaliando o quanto pode ficar bom se bem combinadas.



Good bye baby Good bye baby
Even if I close my eyes without you
It’s over now
Good bye baby Good bye baby
Even if I can’t ever hold your hand again


     Jun Hyung - Flower

     Jun Hyung é integrante do grupo Beast e também teve debut solo, igualmente proveitoso, uma vez que não se restringe tanto ao rap. Ele tem uma boa voz e "Flower" teve uma excelente impressão para mim desde a primeira vez: tanto a letra, a música e o mv são muito interanssantes!


As if you noticed, your arms that embrace me are like heaven
Your lips are what softly dyed my cheeks red
Will you still be fragrant after time passes, baby?
Will you still be here when today passes, baby?


     FT Island - To the light e CNBLUE - Radio

     Diferente do que já apresentei até aqui, FT Island e CNBLUE são bandas que conheci ao mesmo tempo (um integrante de cada participou da série coreana bastante famosa 'You're beautiful'), e ambas as músicas escolhidas são novas, japonesas e mais próximas a um pop-rock!



Even if everything disappears
I’ll believe in the light that fills me, or never see


Radio, that we depicted both of our dreams
Don’t let the all the things precious to us
Lose their color, keep them as they are



     E, é isso! Aos que curtem k-pop, eu apreciaria indicações, porque conheço muito pouco do estilo, já que grupos debutam praticamente todos os dias! Também gostaria de saber sobre as impressões de vocês em um geral e se já passaram por alguma situação parecida à relatada no post, e como costumam lidar!

     Sobre os trechos, preferi procurar pelas traduções em inglês mesmo. Pesquisei nos sites Kpop Lyrics e Kashigasa.

     Certo?
     Até a próxima!! ~

6 comentários:

  1. Adorei o post! Faz um tempo que queria conhecer um pouco mais de K-pop e não sabia como...
    Confesso que o que eu mais gostei foi da colaboração do Henry com o Yiruma que foi linkado casualmente no meio do texto *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Moça, você é rápida! xD

      Chad, eu fiquei na imensa dúvida de colocar 'River flows in you' como destaque (que achei ter ficado muito mais bonita que a versão original, já que me gusta um tom mais trágico), porque estou ouvindo DIRETO, mas optei por Trap, já que mostra que, além de piano, a pessoa canta e dança também! ^^

      Eu fico feliz de poder ter te mostrado um pouquinho sobre o que conheço. Acho que há muita coisa boa para descobrir ainda. Vou meio que no escuro, tateando!

      Muito obrigada por comentar! <3

      Excluir
  2. Eu não vou mentir que não gosto de k-pop xD
    Criei aversão pelo tanto que minha irmã escuta.
    Mas não vou dizer que a música é ruim porque não se entende. É claro que podemos usar mais de um dos nossos sentidos e tornar até mais prazerosa a apreciação musical :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Huashuashu!! Sem problemas! xD
      Eu geralmente escuto sozinha, mas, quando estou vendo mvs na televisão, às vezes a minha mãe vem assistir comigo!
      Sim, acho que para julgar algo de forma mais justa é preciso levar em consideração mais de um fator. Limitar à língua estrangeira é bobagem.

      Excluir
  3. Adorei o texto, acho que é uma coisa pela qual todos nós consumidores de cultura oriental passamos. Ainda existe muita resistência e julgamento em relação a tudo o que é "novo" aos olhos de quem desconhece. Cabe a nós saber lidar com isso pra que esse intercâmbio cultural seja proveitoso pra todos.

    Sobre as musicas em si: ahhhhh, esse Henry! Não sou muito fã dessa especifica mas adoro todo o trabalho solo dele, acho fantástico ♥ E Danger está no topo da minha playlist desde o lançamento, fiquei de cara quando ouvi. E sem comentários sobre CNBLUE ahdgafhgadhgfa ♥♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou!! ^^

      Sim, é uma situação bem rotineira e a resistência é grande. É chato porque uma coisa que você adora pode ser super ridicularizada por outros. Eu procuro explicar sobre e tentar fazer com que as pessoas tentem ser menos intolerantes.

      Gostei muito do Henry e vou procurar saber mais sobre o menino! Também achei muito legal o trabalho solo do Tae Min! Ah, CNBLUE é amorzinho...! ^^ <3

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...